domingo, agosto 20, 2006

Olhar Fugidio



Olhar Fugidio
0,60 x0,40
Acrílico sobre Tela
1996


Apenas um Olhar Fugidio.
Uma janela.
Um Portal.
Num momento especial.
Num sítio especial.
Temos de saber de imediato se o ultrapassamos, ou não.
Todos os momentos da vida são únicos.
Não há talvez ir ou talvez ficar.
Há o Ir.
Há o Ficar.
E a decisão é só nossa.
São assim os Passos que damos na Vida.
Feita com Olhares Fugidios entre Portais do Tempo.

Fiquem bem.
Beijos mágicos.

8 comentários:

dreams disse...

uma borboleta que espera o momento certo para voar...
lindo o teu quadro...

adorei o "ilha das brumas"...
aliás... adorei todos os teus quadros do mundo de fantasia...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Intern disse...

beautiful images of art paintings.

Rosmaninho disse...

Não foi com olhar fugidio que observei o que este lugar contém, seria impossível!

Tudo o que é arte cativa-me... aqui encontrei olhares nada fugidios.
Lindo, tudo o que vi!

~*Um beijo*~

Isac disse...

Olá... gostei dos eu blog... dos textos q li e das imagens q vi... volto mais vezes e sempre q puder aparece no meu... eu e a Cléu agradecemos!!!

Anraçu du Isac!!!

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Nos quadros, acho as borboletas simplesmente LINDAS :) beijokas :)

Mikas disse...

O olhar diz tanto, mais do que as palavras em mtas ocasiões...

Luthien Numenesse disse...

Olá Ana, espero que teja tudo bem contigo :)
Estive ausente uns dias, por isso nao andava muito blogueira eheh
Vi os quadros que colocas-te desde então, muito bonitos :)
Vou passando por cá!

Beijinhos de Luz,

Herenya Na!

Alexandra disse...

Olá Ana,
claro que não pude ter por aqui somente um okhar fugidio. Estive a ver o quadro que nos deixaste.Pintaste tão bem a borboleta, que em conjunto com o restante trabalho e texto, fez-me lembrar o quanto somos pequenos no meio de todo o universo. Mas, mesmo assim, ainda temos o poder da escolha...

Tal como fiz com o teu maridinho, aqui te deixo um beijo e uma força bem grande para mais este Passo na Vida.

Estou desejando que vocês voltem, pois sei que virão muito mais leves e felizes.

Beijos mágicos ;)