sexta-feira, novembro 10, 2006

Nostalgia



Nostalgia
2003
1,30 x 0,65
Óleo em Tela

E terminou mais uma exposição de pintura.
Fui hoje buscar os quadros à galeria.
Receptividade em relação à minha pintura, houve muita.
Bastantes mensagens de parabéns no Livro de Visitas da Galeria.
Quanto a vendas (que no fundo é bastante importante), pela segunda vez em exposições individuais, não vendi nada.
Todos sabemos que a vida está dificil e a pintura, ou a arte em geral, fica para segundo plano, mas sabe sempre bem vender, porque vemos o nosso árduo trabalho de meses recompensado.
Não foi esse o caso.
Até tinha baixado bastante os preços para estarem mais acessiveis a todas as bolsas, à excepção de um ou outro quadro.
Mas é seguir em frente de cabeça erguida e aguardar por melhores dias.

Já estou a organizar uma exposição para esta época festiva que se adivinha, num Restaurante no Concelho de Sintra, pertencente a uma pessoa amiga.
Esse Restaurante, além de se comer muito bem (à base de Peixe), abriu recentemente e vai partir com o conceito de realizar exposições de pintura.
Em princípio.
Caso a minha exposição resulte favorável para ambos.

Darei notícias muito em breve sobre isso.

Quanto à exposição que ontem findou, o meu muito obrigada a todos e todas que a visitaram.
Quem não teve essa possibilidade e gostaria, mais virão no futuro.

Nota: Caso pretendam que vos adicione ao meu mailing list podem sempre enviar a morada para ana.garrett@sapo.pt e receberão a tempo e horas os meus convites, aquando das exposições individuais e/ou colectivas.

Beijos de carinho para todos vós.

10 comentários:

Unicus disse...

Ana, como dizes, os tempos são de crise; mas esta não justifica tudo. O povo português não está sensibilizado para a arte. Só uma pequenissima minoria está envolvida e desperta para este fenómeno. Mas não desanimes. Eu compraria este quadro que aqui tens, como muitos outros que me tem sido possível observar. Ainda outro dia ouvi uma entrevista de uma grande escritora espanhola que afirmou ser a leitua - e esta verdade aplica-se a todas as artes - algo que sempre pertenceu às minorias; a diferença hoje é que as minorias são cada vez maiores. O que é uma verdade absoluta.
Tenho muitos amigos na área da pintura: Mário Silva, Pedro Albuquerque, Alice Piloto, etc, que tb se queixam do mesmo.
Beijos

Abssinto disse...

Anaaaaa!

Fui lá há bocado!Pensava que era até hoje (dia 10) ...Fiquei contristado:( Só vi o quadro das escadas, o do corvo de lisboa. Tão forte! Bem ficará para outra oportunidade...(só hoje é que pude mesmo passar por lá)

A próxima exposiçao correrá melhor! é esta crise...

"Bastantes mensagens de parabéns no Livro de Visitas da Galeria"...Assinalei a minha.

Beijo

Anónimo disse...

_____BOM__FIM DE__SEMANA!
_____LET__THE__SUN__SHINE
______IN___YOUR___SMILE___
____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
_____######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####
___________###**###
____________##**##
_____________#**#___________

Andreia do Flautim disse...

Gosto das tuas borboletas!

Mikas disse...

aH ESPERO QUE A PRóxima tenha direito a compras hehe

RPM disse...

a borboleta.....

ai a borboleta que rondou por muito tempo a casa da ilustre Amiga....

há com certeza a explicação para a borboleta...frágil, efémera, bonita....eficáz(?)....

beijinho e abraço a todos

mfc disse...

Toda a janela aberta é uma dádiva!

Continua...gosto muito da tua pintura.

Claudinha disse...

Oi querida, não desanime, as coisas estão difíceis mesmo. Mas a arte é algo eterno e as pessoas saberão dar valor. Continue sempre em frente! Beijos!

Anónimo disse...

Olá
Sigo os vossos blogs (este e o Sebastian's song) desde que os descobri há uns meses. Sim, sou eu Marta.:)

Anónimo disse...

Ana, passa um dia passa outro e não consegui lá dar um salto. Mas vou enviar-te o meu mail para estar a par das próximas.

Adorei a nostalgia e todas as borboletas!

Beijinhos