sábado, setembro 30, 2006

Asas do Desejo



Asas do Desejo
2004
1,10 x 0,60
Óleo em Tela


"...Que importa?...

Eu era a desdenhosa, a indiferente,
Nunca sentira em mim o coração
Bater em violência de paixão,
Como bate no peito à outra gente.

Agora, olhas-me tu altivamente,
Sem sombra de desejo ou de emoção,
Enquanto as asas loiras da ilusão
Abrem dentro de mim ao sol nascente.

Minh'alma, a pedra, transformou-se em fonte;
Como nascida em carinhoso monte,
Toda ela é riso e é frescura e graça!

Nela refresca a boca um só instante...
Que importa?... Se o cansado viandante
Bebe em todas as fontes... quando passa?..."

Florbela Espanca


P.S.: Obrigado amigos, pelos comentários do quadro anterior.
Muito interessante ver a maneira de como cada um vê um quadro.

Beijos de Luar
Ana Garrett

9 comentários:

Anónimo disse...

….(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
….(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)
......d88888bd888b.
.....d8888888888888B.
.....888888P`Y8888P.
.....Y888888.....( , \_.
....,_Y88(.................)....*Passo para te ler...
....Y888888b.......__\..
.....“8“888P........(_.... para saber como estás...
.............|.....----“..
...........~;~~\~..... * Para te deixar um beijo
............=......\....
..........(_._).....\.....
...........|=|........\...
....._.../|..|..........\....
..../_\/..|..|..........|.
...,.-“---/_/--------“---.....
...`-.,_________,.--“..
..........|......|.|........
..........|___|.|...
..........|___|.|............ e desejo bom fim de semana!!!!
(`“•.¸(`“•.¸ ¸.•“´) ¸.•“´)
«`“•.¸.♥ Nadir ♥ ¸.•“´»
(¸.•“´(¸.•“´ `“•.¸)`“ •.¸)

Claudinha disse...

Querida Ana! Estou feliz que estejam de volta e que tudo tenha corrido bem! Nda como matar as saudades do pequeno Sebastião...
Os quadros continuam maravilhosos e vejo que temos a mesma atração pelas asas, pelo povo das fadas e pelas cores do coração. Você pinta como uma fada, ouvindo Enya e eu escrevo como borboleta, ouvindo Enya,Loreena, etc... Beijões! (Aos três!)

RPM disse...

olá amiga Ana....

coisas boas para os teus e vossos lados.

gosto muito do gato a ver se chega à borboleta.....aquela barreira!!! funciona como protectora da borboleta.

beijo amigo

RPM

Andreia do Flautim disse...

As asas do desejo não têm rosto!

Frioleiras disse...

O azul.......... essa cor de que já tanto gostei... e que agora me intimida (... faz-me frio...) domina esta obra...propositadamente? telvez... de outro modo a cara não estaria também azul ..............

O Micróbio II disse...

Só vejo as "asas"... :-)

Mikas disse...

Desejo sem cara? Da cor do céu?

Anónimo disse...

´´´´´´ ¸.•“´..--^--..`“•.¸
´´´´´´ ______Beijos_____
´´´´´´ `“•.¸._____..¸.•“´

GNM disse...

E dizer-te que as nossas mãos
São asas com que podemos voar
Para lá da pequenez desta prisão crepuscular,
E mergulhar na magnitude do mistério.
E ouvir-te dizer que voar é impossível
E dizer-te que entre nós não há impossíveis,
E ver-te procurar a serenidade num cigarro
E esconder-te o isqueiro debaixo da manta
Cor-de-fogo que cobre o sofá velho,
E ver-te ir à última gaveta do móvel de carvalho
E acender o teu cigarro com um dos infindáveis
Isqueiros que lá guardas,
E ir à última gaveta da tua alma
E de lá arrancar o teu enigmático sorriso.