quinta-feira, setembro 07, 2006

Guinevere (Gwenhyvar)



Guinevere (Gwenhyvar)
1,60 x 0,50
Óleo sobre tela

"..Eu era rainha e perdi a minha coroa,
Mulher e quebrei os meus votos;
Amante e arruinei quem amava:
Não há maior massacre.
Há poucos meses atrás eu era rainha,
E as mães mostravam-me os seus bebés
Quando eu chegava de Camelot a cavalo..."
"Guinevere" de Sara Teasdale

Guinevere, rainha, ao lado de Arthur, amante apaixonada, ao lado de Lancelot.
Mas depois da morte de Arthur, Guinevere foi para um convento de freiras em Amsbury, permanecendo lá até à sua morte.

Como mera informação o casamento para os Celtas, nas suas antigas tradições e leis, era um simples contrato de associação provisória constantemente posto em causa e susceptivel de ser rompido por uma qualquer razão, no contexto de uma poligamia que não se atreve a "dar a cara".

No fundo, infelizmente, é o que se vê muito nos dias de hoje na nossa sociedade.
Há tradições que ainda são o que eram.

Beijos a que é de beijos, abraços a quem é de abraços

15 comentários:

Marco Santos disse...

Bela imagem, Ana... As histórias de Arthur e sua corte sempre mexeram comigo. Muito bom! Parabéns! Um beijo!

Woman disse...

Bela verdade, as tradições...
Eu sou de beijo e abraço, não me atrevo a escolher...

Beijo

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Fizeste-me agora pensar naquele magnifico filme com a Julia Ormond: The First Knight :) beijos!

X disse...

Ok já citaram o first knight com o richard gere, já nem faço comentários...
X
Ps: where the fuck is that bastard lancelot?

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Estou sem ânimo... talvez cansada...
Hoje serei breve direi apenas BOM FIM DE SEMANA
Beijos

Galeria Colectiva disse...

adorei o texto e a imagem, a propósito há um filme lindissimo com o richard gere e o sean connery que mostra esse amor a três de guineviere, lancelot e artur. qdo queremos tudo pode ser tão belo, mas... só nos filmes é que as roupas do povo são azuis e a condizer com as do rei.
:-)
e estas imagens são tuas?

Simbelmune disse...

Adorei... a morte da amada de Mirddin foi algo tão chocante... li a saga quando era jovem - ia buscar os livros a Vigo por não ter por cá onde comprar.

Gosto do detalhe da Guinevere - a lua... é curioso que é artur que mata o dragão, se não associaria-se à senhora do apocalipse, a famosa que está representada (adaptada) na iconografia cristã.

Claudinha disse...

Lady Guinevere, a cristã intolerante, a musa de Sir Lancelot. Lindo quadro, sinto-me no país das brumas... Um beijão (para os três!)

Lord of Erewhon disse...

Triste destino - o convento - para as pobres rainhas lúbricas... que morriam de amor... aos pedaços...

cloinca disse...

Ena pahhh!... Consegues deixar-me boquiaberta a olhar para os teus quadros!!
Lindo este! Lindo!!!
Um beijão grande, do tamanho da minha admiração!

vida de vidro disse...

Eu gosto muito das lendas arturianas. Guinevere, essencial, claro! **

Galeria Colectiva disse...

posso usar esta imagem fazendo referencia com link para aqui?

Luthien Numenesse disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Luthien Numenesse disse...

Está muito bonito este quadro Ana, apesar da Lady Guinevere não ser das minhas favoritas nas lendas arturianas, prefiro muito mais a Morgaine le Fay, meia irmã de Arthur, talvez por já ter lido as brumas de Avalon, onde Guinevere transparecia uma cristã intolerante (como diz a Claudinha).
Mesmo assim, representas aqui a beleza feminina e há que se ter em conta que está muito bem :) o detalhe da Lua lembra-me a imagem não de uma rainha, mas de uma Sacerdotisa.

Beijinhos de Luz,

Herenya Na!

Galeria Colectiva disse...

usei esta imagem aqui