quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Where's the Mouse



"Where´s the Mouse?"

Óleo em Tela de Ana Garrett

0,60 x 0,90

2004

Às vezes os ratos escondem-se na nossa vida e temos dificuldades em encontrá-los.

Por mais que olhemos para eles, estão sempre no seu buraco, dissimulados, sem se deixarem apanhar.

Até ao dia...

Beijos a quem é de beijos, abraços a quem é de abraços

36 comentários:

Disturbed Angel disse...

I am a Korean. The picture is good to you and it writes the writing and. I cannot English well. It is born but to you the writing it does not understand, is sufficient with only the picture.

fee disse...

Os ratos que muitas vezes nos atrapalham os passos!
Gostei da pintura:)
Beijos

Gi disse...

Nós é que criamos os buracos para os ratos se enfiarem lá dentro...
Eles só apanham a oportunidade!
O ideal é arranjar um gato para os apanhar, o gato é a nossa "garra".:) outras vezes limitamo-nos a contemplar os ratos indolentes.
Estou outra vez a inventar?
beijinhos (eu sou de beijinhos)
Bom fim de semana

Abssinto disse...

Sou de beijos!:)

...Achei fantástica a expressão do felinoa observar com um misto de curiosidade e de gulodice. Tenho pena do ratinho. Gosto dos ratinhos, é um bicharoco amoroso, ao nível dos koalas e dos pandas.

Belíssimo quadro. Qual é a base de licitação?;)

bj

AnaGarrett disse...

Sorry, disturbed angel. I called you Japanese.
Are you North Korean or South Korean?
Or, are you only... Korean?
I'm very glad you'd like my paintings.
Where did you find my blog?

AnaGarrett disse...

Obrigado, Fee.
Volta sempre, sem ratos a atrapalhar, claro.

AnaGarrett disse...

Mas para isso temos de saber quem são os ratos, gi.
Beijinho
Bom fim de semana.

AnaGarrett disse...

Neste caso, abssinto, o gato não sabe onde está o rato.
Qual a base de licitação?
Faz uma proposta.
Logo se verá.
Beijos.

Mikas disse...

Olha e eu muito preocupada à procura do rato a pensar que ele tava escondido e ele ali bem escarrapachadinho hihi

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
_____######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####
___________###**###
____________##**##
_____________#**#___________
Deixo uma flor, um sorriso e um beijo

Menina do Rio disse...

Concordo plenamente com a Gi...por isso tenho o meu gato!

Amei seu trabalho!

beijos

Ana G disse...

prefiro os gatos, sem dúvida, apesar do seu espirito irreverente e independente, ganham os meus pontos :)
boa pintura :)

Maria P. disse...

Até ao dia em que aparece este magnífico trabalho!

Beijinho*

blugaridades disse...

Gosto de passar pelo teu blog. A cor domina-o, naturalmente, e deixa-nos vontade de te visitar numa próxima exposição.
Beijinhos

AnaGarrett disse...

Está bem à vista, o Malandro.
Beijinho, Mikas

AnaGarrett disse...

Obrigada, Nadir

AnaGarrett disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
AnaGarrett disse...

Magnifico é as vossas palavras, Maria p.
Beijos

AnaGarrett disse...

Quano houver nova exposição aviso, blugaridades.
E entretanto... continua a passar por cá.
Eu agradeço.

AnaGarrett disse...

Eu também prefiro os gatos, Ana G.
Por isso tenho três gatos, mas também tenho um lindo pastor alemão.
Obrigada pela tua visita e volta sempre.
É bom ser visitada por alguém que partilha o nome connosco.
Beijos, amiga

AnaGarrett disse...

E fazes muito bem em ter um gato.
Como já disse, tenho três.
Volta sempre, és bem vinda, Menina do Rio.

Delfim Peixoto disse...

Lindo, curioso e... pronto!
jnhs

AnaGarrett disse...

Delfim
Obrigada e... pronto.

Rocha de Sousa disse...

Ana,
Deve haver mil anos que contactamos
a propósito de uma visita sua. Agora que qa visitei com mais cuidado, e porque, além de outras coisas, sou pintor pela FBAUL, onde
aliás fui professor, venho reivin-
dicar o meu direito a ser seu colega. Tenho um novo blog, além do
DEENHAMENTO que se chama CONSTRUPINTAR02 e no qual apresento só obras minhas de pintura, fotografia e arte digital.
Não vou referir-me a todo o seu blog, mas quero salientar a grande
qualidade plástica e poética, não tanto deste quadro, mas do outro, do Corvo, bela peça com muitos con-
dimentos do lirismo português. Parabéns.
Rocha de Sousa

AnaGarrett disse...

Rocha de Sousa.
Obrigada pelas palavras amáveis.

É uma honra para mim, que me considere sua colega.
Agradeço a sua visita.
Espero que continue a haver muitas.

Gostei imenso da sua pintura.
Fui visitar os blogs, mas na altura não tive tempo de comentar.

Gi disse...

Olá Ana, uma boa tarde e uma boa semana. Como já teci um cometário, se bem que primário sobre a sua obra, a minha visita tem como finalidade dizer-lhe que o meus blogs. Pequenas Coisas e Grandes Nadas estão irremediavelmente perdidos.O google não reconhece as minhas passwords. Abri ontem um novo espaço, quase uma cópia do anterior e pode ser que um dia passa para lá todo o histórico. É claro que já a linkei. Teria gosto na sua visita sempre que achar por bem fazê-lo.

O novo pequenos nadas está agora aqui

http://velharias-traquitanas2.blogspot.com/

Obrigada

Gi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Klatuu o embuçado disse...

Muito fixe! :)

Acho que nunca se vão dar mal! JAJAJAJAJA!!!

Dark kiss.

AnaGarrett disse...

Olá, Gi.
Já li várias vezes sobre blogs que estranhamente se perdem.
Espero que nunca me aconteça o mesmo.
Vou ao blog todas as vezes que puder, obrigada.

AnaGarrett disse...

Claro que não se dão mal, Klatuu.
Os opostos atraem-se.
Beijinhos

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Passei para te ler e deixar votos de um bom fim de semana.
Beijinhos

Claudinha disse...

Olá querida! Apesar do quadro mostrar uma possível relação desarmônica da natureza, eu vejo na carinha do gatinho uma docilidade imensa... Um beijo!

AnaGarrett disse...

Um bom fim de semana para ti também, Nadir.

AnaGarrett disse...

Só pode ser dócil, Claudinha.
É o Meu gato.
;-)

Frioleiras disse...

Detesto ratos ...
humanos ou não ...
mas
adorei
os
teus...
a tua pintura ...

AnaGarrett disse...

Obrigada, Frioleiras.
Cá para nós que ninguém nos ouve.
Eu também detesto ratos.